top of page
  • Foto do escritorDr. Leandro Bezerra

Polidactilia: Quando os Dedos Extra Desafiam a Norma


A polidactilia é uma condição congênita que se caracteriza pela presença de dedos extras nas mãos ou nos pés. Neste artigo, abordaremos de forma abrangente essa anomalia, discutindo suas causas, sintomas, diagnóstico, tratamento e prognóstico. Se você está buscando informações detalhadas sobre a polidactilia para seu blog sobre ortopedia e traumatologia, continue lendo para obter insights valiosos.


O que é Polidactilia?


A polidactilia é uma malformação que resulta no nascimento de um número adicional de dedos além do padrão humano, que normalmente é de cinco dedos em cada mão e em cada pé. Esses dedos extras podem variar em tamanho, forma e localização, e podem estar parcialmente desenvolvidos ou completamente formados.


Tipos de Polidactilia


Existem duas formas principais de polidactilia: a pré-axial e a pós-axial.


Polidactilia Pré-Axial


Na polidactilia pré-axial, os dedos extras surgem do lado do polegar (no caso das mãos) ou do dedão (no caso dos pés). Essa forma é mais comum em algumas populações e pode estar associada a determinadas condições genéticas.


Polidactilia Pós-Axial


Já na polidactilia pós-axial, os dedos extras surgem do lado oposto ao polegar (mãos) ou ao dedão (pés). Essa forma é menos comum e pode ter causas genéticas ou ambientais.


Causas da Polidactilia


A polidactilia pode ser causada por fatores genéticos, ambientais ou uma combinação de ambos. Alguns casos estão associados a mutações genéticas específicas, enquanto outros podem ser influenciados por questões ambientais durante o desenvolvimento fetal.


Sintomas


Os sintomas da polidactilia variam dependendo do tipo e da gravidade da condição. Em muitos casos, os dedos extras são funcionais e bem formados, não causando desconforto ou limitações significativas. No entanto, em situações mais complexas, os dedos extras podem estar malformados e afetar a função da mão ou do pé.


Diagnóstico


O diagnóstico da polidactilia geralmente ocorre logo após o nascimento, durante o exame físico do recém-nascido. Exames de imagem, como radiografias, podem ser solicitados para avaliar a estrutura dos ossos e tecidos dos dedos afetados.


Tratamento


O tratamento da polidactilia depende da gravidade do caso e dos sintomas apresentados. Em casos simples, a remoção cirúrgica dos dedos extras pode ser realizada de forma segura e eficaz. Em situações mais complexas, pode ser necessária uma abordagem mais abrangente, envolvendo cirurgias reconstrutivas e reabilitação.


Prognóstico


Em geral, o prognóstico para pacientes com polidactilia é favorável, especialmente quando a condição é diagnosticada precocemente e tratada adequadamente. Com o acompanhamento médico adequado, a maioria dos indivíduos afetados pode levar uma vida saudável e ativa após o tratamento.


8 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

댓글


bottom of page